Câmera ao vivo - Praia de São Vicente (SP) e Santos (SP)

9 de jun de 2018

Willian Cardoso é campeão em Uluwatu com meritos

Willian Cardoso bate Julian Wilson na final em Uluwatu e é campeão pela primeira vez
Em sua temporada de estreia no WSL, catarinense desbanca o australiano na decisão e se torna mais um brasuca a conquistar uma etapa de Mundial; mesmo com a derrota, Wilson assume o topo do ranking


 (Foto: WSL )

Enfim concluída na manhã deste sábado, a terceira etapa teve um novo brasileiro escrevendo seu nome no Circuito Mundial. Em sua temporada de estreia, Willian Cardoso bateu Julian Wilson na final em Uluwatu e conquistou sua primeira vitória na mais importante liga do surfe. Mesmo derrotado, o australiano assumiu a liderança do campeonato, desbancando Ítalo Ferreira, agora em terceiro, atrás de Filipe Toledo. Willian agora aparece em 5º lugar, com o Brasil colocando quatro representantes entre as cinco primeiras posições.

A vitória de Willian foi incontestável. Dominante desde o início da bateria, o brasileiro conseguiu somar 15,57 e obrigou Wilson a buscar nota superior a 9,00. Mesmo com bom desempenho em sua última tentativa, uma onda que lhe valeu 8,60, o australiano não pôde superar o catarinense de Camboriú, que pela primeira vez colocará em sua galeria um troféu do Circuito Mundial.

"Eu tive que dar o meu melhor hoje. Venci Julian Wilson, Mikey Wright e Filipe Toledo, que são todos grandes surfistas incríveis. Este é o melhor dia da minha vida"
Veja o ranking mundial

Oriundo do WQS este ano juntamente com Yago Dora e Michael Rodrigues, o catariense de 32 anos vinha de uma 5º colocação em Keramas e confirmou sua força ao faturar a coroa da etapa, inicialmente adiada em abril em Margaret River (em virtude da constante presença de tubarões) e complementada em Bali, na Indonésia.

Final
Julian Wilson (AUS) 14,43 x Willian Cardoso (BRA) 15,57

Semifinal
Bateria 1: Kolohe Andino (EUA) 14,53 x Julian Wilson (AUS) 15,83
Bateria 2: Mikey Wright (AUS) 13,66 x Willian Cardoso (BRA) 13,77

Quartas de final:
Bateria 1: Kolohe Andino (EUA) 14,33 x Conner Coffin (EUA) 11,83
Bateria 2: Julian Wilson (AUS) 16,20 x Jordy Smith (AFS) 15,50
Bateria 3: Gabriel Medina (BRA) 10,90 x Mikey Wright (AUS) 11,13
Bateria 4: Filipe Toledo (BRA) 11,67 x Willian Cardoso (BRA) 14,24

fonte: globo esporte com

Nenhum comentário:

Postar um comentário